sempre tem um ponto final